Radio Baia 98.7 FM Seixal

Radio Baia 98.7 FM Seixal, Radio Radio Baia 98.7 FM Seixal ouvir rádios online grátis Radio Baia 98.7 FM Seixal Portuga

Adicione ao seu site.

Significa que não estás na “piscina” de apostas este ano? É um dinheirão. Estou apenas a dizer que é um cenário chave. Não, eu entendo o que estás a dizer. Em foi culpa do departamento de química, certo? De novo, onde trabalhas? Espera, estou a lembrar-me agora. Vai ser um fim de semana longo se todos estiverem assim tão empinados. Então, queres vir a minha casa na segunda-feira à noite? Vou arranjar uns berbequins. Para soltar os meus armários. Estás a ouvir-me? A CASA NA FLORESTA Professor incompetente. Porque é que ainda não colaste o desenho desse idiota no alvo de dardos? Não é assim tão simples. Meu Deus! O teu cabelo está loiro. Muito fabuloso, não? Não acredito que o fizeste. Mas está muito fabuloso, certo? Diz logo “fabuloso”. Estou a ficar insegura. Não, está óptimo. O Curt vai passar-se. O Curt vai agradecer-me. E tu também. Enquanto queimamos este desenho. Não estou pronta. A sério, a culpa não é dele. O que não é culpa dele? Foder uma aluna ou terminar com ela por email? Eu sabia onde estava a meter-me. Por favor. Sabes onde nos vamos meter este fim de semana? Nisto. E se o Holden for tão bonito quanto o Curt diz que é, possivelmente vamos tirar isto. Isso é a última coisa que quero. Se encararem isto como um arranjinho, não me divertirei. Não estou a forçar. Mas vamos levar isto. O que significa que com certeza não teremos espaço para radio E se eu me aborrecer? Isto ajudará? Estruturas Económicas Soviéticas? Consequências do radio Não. Temos um lago e bebidas. Chega de estudar. Pensa rápido. Mais rápido do que isso. Desculpe, desculpe. Pode passar. Boa. Aquele é o Holden? Já desço. Ele foi transferido dos estaduais. O melhor da equipa. E ele é um gajo fixe. E é bom com as mãos. Ando com uma rapariga mas tu és muito mais loira do que ela. Mas estava a pensar, talvez radio O que é isto? O que é isto? O que andas a fazer com isto? Certo, já percebi, deixarei os livros. Não, quem te deu isto? Quem te ensinou sobre isto? Aprendi contigo, certo? Aprendi observando-te! A sério, o professor Bennett dá este livro inteiro nas suas palestras. Tu devias ler este. Gurovsky. É muito mais interessante. Além disso, o Bennett não o conhece muito bem, então vai pensar que és perspicaz. E não tens calças. Merda! É só mais isto? É melhor que seja. Jules, é um fim de semana, e não uma evacuação. Acredita quando digo que não há nada nessas malas que não te deixará contente por ter trazido. Vou já calar a boca. Meu Deus. Marty! O que se passa contigo, mano? As pessoas desta cidade conduzem de modo muito contra-intuitivo. É o que tenho a dizer. Queres passar o fim de semana na cadeia? Porque nós queremos ir à casa de campo do meu primo. Querido, isso não está certo. Facto estatístico radio Os polícias nunca parariam um homem com um bong enorme no carro. Porquê? Eles têm medo desse homem. Sabem que ele enxerga mais que eles e ele os cegará com lógica antiga. Pintaste o cabelo de cinzento? Não vais levar isso no Rambler. Porquê? Um bong gigante na carrinha do teu pai? Estás pedrado? E aí, meu. Dana, sua gata atraente. Tens algo para comer? Estão todos prontos? Sim! Vamos pôr este espectáculo na estrada! O ninho está vazio. Estamos mesmo a tempo. Espero que esta seja a estrada certa. Nem aparece no GPS. Não merece uma posição global. Esse é o objectivo. Sair do mapa, certo? Sem sinal no telemóvel, sem câmaras de tráfego. Ir a algum lugar por um maldito final de semana onde não podem encontrar-nos, meu. Esse é o problema todo. A sociedade está a desmoronar, Marty? Não, a sociedade está a construir-se. Certo? Está a preencher as fendas com concreto. Tudo é arquivado ou gravado ou documentado, certo? Chips nas cabeças das nossas crianças para não se perderem. A sociedade precisa de desmoronar. Somos muito ignorantes para o deixar. Tive saudades dos teus discursos. Irás ver as coisas da minha maneira. Identificação, por favor. Sr. Sitterson. Sr. Hadley. Qual é o seu nome? Danie Truman, senhor. Isto não é o exército. Pode deixar-se de “o senhor”. Mas o Sitterson gosta de ser chamado de “senhora”. Ou dedos de mel. Ele também responde por isso. Sabes o que vai acontecer aqui? Fui treinado. Extensivamente. E disseram-te que estar treinado não é o mesmo que estar preparado? Disseram-me. Eu asseguro o meu posto, Sr. Hadley. Ainda bem, homem. Muito bem. O sistema está em rede. A procurar o alvo. Vamos ver o que temos. Muito bem. Acho que esta coisa não aceita cartões de crédito. Não acho que isso conhece dinheiro. Acho que troca gasolina. Olá? Holden. Holden! Acho que não tem radio Entra sem ser convidado? Merda. Meu. A placa diz “Fechado”. Queremos comprar gasolina. Esta bomba funciona? Se souber usá-la. Também queremos algumas direcções. Estamos à procura da radio Como se chama? Estrada Tillerman. Sabe se é por aqui? A Estrada Tillerman sobe ali a montanha. Acaba na velha casa Buckner. O meu primo comprou lá uma casa. Passa por um túnel na montanha, tem um lago. Essa não seria radio A casa Buckner. Há sempre alguém a querer vender aquele lugar. Conheceu os primeiros donos? Bem, não o primeiro. Vi muitos a ir e a vir. Estou aqui desde a guerra. Que guerra? Sabes muito bem que guerra. Teria sido a de azul e alguns de cinza? Irmãos, talvez, a lutar contra irmãos naquela guerra? Estás a desrespeitar-me, rapaz? Foi rude com a minha amiga. Essa ? O que disse? Acho que temos gasolina suficiente. Têm o suficiente para chegar até lá. Voltar radio é problema vosso. Boa sorte com o seu negócio, senhor. Soube que a ferrovia passará por aqui qualquer dia. Será grande. Estradas pavimentadas como na realidade. Idiota. Pessoal, vejam só. Deve ser aqui. Meu Deus, é lindo. Uma aranha e durmo no Rambler. A sério. Vamos, dá-me uma mãozinha. Isto é demais. É bem fixe. Vais caçar um guaxinim para comermos? Usarei a pele dele para fazer uma capa. Vistam todos as suas roupas. Daqui a minutos, vamos para o lago. Não fui informado de que haveria exercícios. Sim, não me parece. Inacreditável. Merda. Isto está a acontecer. Espera! Devem estar a brincar comigo. Isto é assustador. Eram dias pioneiros. As pessoas tinham que fazer a sua própria sala de interrogatório. A quem o teu primo comprou esta casa?



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *