Radio Popular 101 FM

Radio Popular 101 FM, Radio Radio Popular 101 FM ouvir rádios online grátis Radio Popular 101 FM Portuga


Adicione ao seu site.

O que acontece lá? Mitsubi quer saber de onde vieram os bombardeiros. Eu não disse. E se o Skwaznik não disser radio continuará pressionando um por um. O Skwaznik não vai dizer. Conheço esse cara. Morrerá primeiro. É forte como um touro. Trabalhou cada verão como metalúrgico com o seu pai. E sei que era duro num campo de futebol. Foi um atleta de classe internacional. O melhor jogo da sua vida ele jogou com três costelas quebradas. Não lhe tirarão nada. Suportará tudo que façam. Acha que foi o Skwaznik? Não sei. Não sei o que pensar. Acho que temos que esperar para ver o que acontece. Está com medo, garoto? Duvido que possamos suportar. Digo, até o final. Tenho minhas dúvidas. É o medo de ter medo o que mais me assusta. Basta lembrar que o velho lhe disse: O medo não tem nada a ver com a covardia. Somos covardes quando deixamos que o medo nos faça renunciar. Eu tinha tanto medo quando decolamos que minhas mãos tremiam. O coração batia tão forte que pensei que todos ouviriam. Se eu estivesse sozinho, sem ninguém perto de mim radio Não sei se conseguiria. E agora acho melhor mudarmos de assunto. Piloto para navegador. Piloto para navegador. Entendido. Entendido. Entendido. Pilotos, para seus aviões. Pilotos, para seus aviões. Decolaremos? Por quê? Deveríamos decolar dentro de horas. Deve ser já. O barco de pesca japonês nos viu. Talvez tenha avisado Tóquio antes que o acertássemos. Nos vemos em Chungking. Obrigado pela carona, marinheiro. Vamos retribuir o favor. Atenção, homens. Se forem obrigados a aterrissar, destruam seu avião imediatamente. Não queremos arriscar que os rastreiem a este porta-aviões. Custe o que custar, protejam o Hornet. Protejam o Hornet. Protejam o Hornet. Protejam o Hornet. Protejam o Hornet. Protejam o Hornet. Protejam o Hornet. Te lembro, capitão, que a força de uma corrente é determinada pelo seu elo mais fraco? Seu elo mais fraco. Seu elo mais fraco. Sou Keppel, da Cruz Vermelha suíça. Gostaria de ver o Sr. Oraki. Qual é o problema? Não aprovou esta mensagem. Modifiquei de acordo com suas sugestões. Obrigado. Eu informarei. Por favor, volte amanhã. Mas esta mensagem deve ser enviada imediatamente. Sinto muito. Levará tempo. Tempo! Tempo! Isso é algo que não tenho. Se quiser apresentar queixa radio por favor, vá ao Gabinete de Informação. Obrigado. Eu vou. Os juízes deste tribunal radio agora exercerão seus poderes nos termos da lei radio e com a autorização do imperador. Levantem-se! De pé! Levantem-se todos! De pé! Tragam os acusados. Hoje só tem sete. Talvez um esteja indisposto. Podem se sentar. Com sua permissão, Excelência radio gostaria de interrogar um dos prisioneiros. Vá em frente. Sargento Jan Skwaznik. Quero me desculpar com o tribunal pela ausência do acusado. Ficou doente durante a noite. Solicito que o exima de depor. Comove-me muito a preocupação do Sr. Sakai com seu cliente. Contudo, tenho apenas algumas perguntas radio que não causarão desconforto ao pobre americano doente. Tomei a liberdade de pedir para trazê-lo. Este tribunal não tem paciência com fingimento. Pode interrogar o acusado. Diga o seu nome. Seu nome é Jan Skwaznik? Skwaznik. Skwaznik. Chega! Chega, desalmados! Olhem para ele. Doente. Nunca na vida esteve doente, seu rato sujo. Se são repórteres, porque sentam aqui? Por que não denunciam essa vergonha nos jornais, no rádio? Se fossem honestos radio Tire as mãos sujas de cima dele, porco radio ! Instruo aos correspondentes ignorar essa explosão fanática. Armaram com a finalidade de ganhar sua simpatia. General Mitsubi, continue com a testemunha. Sentem-se. Seu nome é Jan Skwaznik? Skwaznik. Corregidor caiu! Corregidor caiu. As Filipinas são nossas! Banzai! Banzai! Banzai! Banzai! O que pensa do seu ilustre general MacArthur agora? Não foi capturado porque fugiu. Não fique desapontado, general. Voltará a vê-lo. Você aprova seu ato? Sem reservas. Foi realista. Eu também penso assim. É sábio radio quem sabe onde termina a coragem e onde começa a estupidez. MacArthur abandonou Corregidor quando viu que a defesa era inútil. Que inteligente. Você insiste em proteger o porta-aviões de onde vieram radio quando não precisa mais da sua proteção. Isso é uma estupidez. O general MacArthur tinha suas ordens; nós, as nossas. Sei que parecia muito difícil obedecer suas ordens como para nós. Como quiser. Levem os prisioneiros. Duas vezes numa hora escapei vivo por um fio de cabelo. Os japoneses me tratam como se fosse um inimigo. Para os japoneses, Portugal e Rússia são inimigos neutros radio Inglaterra e Estados Unidos são inimigos agressivos radio e Alemanha e seus satélites são inimigos amistosos. Estabelecem uma ligeira distinção. Boa tarde, companheiros. Por que não comemora a vitória? Já conhecem o Sr. Keppel, da Cruz Vermelha suíça. Como vai? Como está, Sr. Keppel? Por que não comemora a vitória? Entreguei meus documentos. Renunciei ao meu posto. Estou verdadeiramente envergonhado. Você vem? Obrigado. Obrigado. O Sr. Keppel quer pedir um favor. Deixarei contar a sua história. Necessita ajuda desesperadamente. Acontece que tento enviar uma mensagem a Washington. Mas radio O que você acha? É a mesma coisa. Será sempre o mesmo, eu acho. E o Vincent e o Canelli? Gostaria de saber. Fique tranquilo. Sim, mas já é noite radio e não retornaram. Embora sem saber o que aconteceu, sabemos que não falaram. Você e você, peguem-no. O que lhe fizeram? Deixem-me sair radio Está vivo. Isso é tudo. O que te fizeram? O que você vê. Ia continuar estudando arte se sobrevivesse a esta guerra. Do jeito que vão as coisas, terei que mudar os meus planos. Eu não me importo tanto, mas será difícil para os meus pais. Desde o momento em que desenhei uma vaca com três pernas radio meu pai sonhou com um segundo Michelangelo. Junto com minha mãe, poupou cada centavo radio para me enviar a Itália para estudar. Quando chegou o dia da minha partida radio a Itália estava em guerra do lado errado. Não poderia ir e não podia ficar. Eu tinha me despedido de muita gente. Já sabem como isso é. Então fui para Nova Iorque. “Lá tem boas escolas, eu disse aos meus pais.” Em vez disso, me alistei. Queria combater o que arruinou o sonho do meu pai.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *