RDP Madeira Antena 3 89.8 FM

RDP Madeira Antena 3 89.8 FM, Radio RDP Madeira Antena 3 89.8 FM ouvir rádios online grátis RDP Madeira Antena 3 89.8 FM Portuga

E acho que consigo fazê-lo descer. Nós queremos descer? Para onde mais iríamos? Vamos. Entra. Tudo bem. Vá lá! Maldito braço de zombie. Merda. Merda. Nós é que escolhemos. O quê? O quê? No porão. Toda aquela merda com que estávamos a brincar. Fizeram-nos escolher. Fizeram-nos escolher como morreríamos. Nós vimo-los descer até ao ponto de acesso. Eles têm que estar num destes. A segurança interna pode radio Não quero saber se não é protocolo. Estás ganzado? É o idiota! Não toques na rapariga, se ele viver mais que ela está tudo lixado. Mata-o primeiro. A “Limpeza” não viu um dos esconderijos do rapaz. Aquilo que ele andou a fumar, deixou-o imune às nossas merdas. Como é que isso nos ajuda agora? O quê? Não, se tens uma morte confirmada, acaba com ela também. Ali. . Apanhei-vos. Trá-los para baixo. Sai do elevador! Porque estás a tentar matar-nos? Sai. Só a rapariga. O quê? Só eu? Já! Bom trabalho, braço de zombie. Não deviam estar aqui. Isto deveria ter sido diferente, devia ter acabado mais rápido. Só posso imaginar a vossa dor e confusão. Mas saibam disto. O que está a acontecer com vocês faz parte de algo importante. Algo mais velho que qualquer coisa conhecida. Vocês viram coisas horríveis. Um exército de criaturas de pesadelos. Mas não são nada comparados com o que veio antes. O que está por detrás. A nossa tarefa é acalmar Os Antigos. A vossa é serem oferecidos a eles. Perdoem-nos. E deixem-nos acabar logo com isto. Vamos. Entra naquela sala. Exército de pesadelos, certo? Vamos começar a festa. Parem de disparar! Merda. Vai, vai! Precisamos de reforços! Para onde vamos? Oficial líder Truman para o comando de segurança. A requisitar reforços imediatamente. Código negro. Repito, código negro. Onde estais vocês? Sector abatido. Sector abatido. Sector abatido. Jesus! Porque é que as defesas não funcionam? Onde está o maldito gás? Algo mastigou as conexões no eixo utilitário. Algo quê? Algo assustador. A saída norte está bloqueada. Não podem ir por lá. Vai, vai! Merda! Estamos a ficar sem tempo! Estamos bloqueados, estou a tentar contornar. Hadley! Vá lá! Temos que continuar. Vamos. Para trás! És tu. Espera, por favor. Por favor, por favor. Mata-o. Certo, Dana. Vamos. Dana. Pega. É mais fácil com isto. Olha para isto. Cinco deles. O que são? Nós. Eu devia ter visto as coisas como tu viste. Isto faz parte de um ritual. Um ritual de sacrifício? Óptimo. Tu amarras alguém a uma pedra, pegas numa adaga chique e num monte de corda. É assim tão complicado? Não. É simples. Eles não querem apenas ver-nos mortos. Eles querem ver-nos punidos. Punidos pelo quê? Por serem jovens. É diferente em cada cultura. E tem mudado ao longo dos anos, mas sempre exigiu juventude. Deve haver pelo menos cinco. A . Ela é corrompida e morre primeiro. O atleta. O erudito. O tolo. Todos sofrem e morrem pelas mãos radio do terror que acordaram. Deixando o último para viver ou morrer radio como o destino decidir. A virgem. Eu? Virgem? Nós trabalhamos com o que temos. Mas e se tu não conseguires? Eles ressuscitam. Quem é que ressucita? O que está debaixo de nós? Os Anciões. Os deuses que costumavam governar a Terra. Se eles aceitarem o nosso sacrifício, eles mantêm-se lá. Mas os outros rituais falharam. O Sol vai nascer dentro de minutos. Se viveres para o ver, o mundo acaba. Talvez assim é que deva ser. Se tu tiveste que matar todos os meus amigos para sobreviver radio talvez seja altura de uma mudança. Não estamos a falar de mudar. Estamos a falar sobre a agonizante morte de todos os humanos no planeta. Incluindo tu. Tu podes morrer com eles. Ou podes morrer por eles. Ambas opções são tão intrigantes. O mundo inteiro, Marty. Está nas tuas mãos, Dana. Não há outra forma. Tens que ser forte. Sim, Dana radio Estás a sentir-te forte? Lamento muito. Também eu. Marty. Marty! Sabes radio Acho que o Curt nem primo tem. Como estás? A ir embora. Sinto muito. Peço desculpa por quase ter atirado em ti. Eu provavelmente não atiraria. Não. Não. Eu compreendo. Peço desculpa por deixar-te ser atacada por um lobisomem e depois deixar o mundo acabar. Não. Tu estavas certo. Humanidade radio Está na hora de dar uma oportunidade a mais alguém. Deuses gigantes malvados. Eu queria poder tê-los visto. Eu sei. Teria sido um fim de semana divertido.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *