VodafoneFM

VodafoneFM, Radio VodafoneFM ouvir rádios online grátis VodafoneFM Portuga


Adicione ao seu site.

Nunca vi nada assim. Está tudo bem? Vamos. Barrick, está tudo calmo. Vou a Salvation e dizer o que houve. Eu farei o mesmo quando chegar a Vestron. Está bem. Avisa-me se precisares de alguma coisa. Entendido. Faz o mesmo, câmbio. Estás com sede? É água da chuva das monções a quilómetros daqui, prova. Prova. Tudo bem, vai com calma. Dá uma olhada aqui. Quero mostrar uma coisa. Anda cá. Anda cá. Está tudo bem. É para lá que vamos, certo? Presta atenção para onde vamos. Olha para mim, tudo bem? Haviam milhares. Todos vimos super-cardumes de golfinhos. Era tipo isso, só que com tubarões. E numa magnitude superior a qualquer vista. E no meio havia um que, era enorme. Estáa a pedir-me para acreditar em algo que nunca vimos em tantos anos no oceano? O oceano está a adaptar-se. Tudo bem, tudo bem? Mas não seria realista dizer que os tubarões foram atraídos pela destruição da cidade, em vez de serem os causadores. Já vimos desastres onde eles apareciam, como o que houve em Sharna, certo? Queres saber o que houve? Fala como Barrick. Ele é que apanhou a sobrevivente. Vamos, miuda. Não. Sabes que lugar é este, rapariga? É a Estação Vestron. É aqui que sobreviveram à grande inundação. É o lugar mais seguro no mundo todo. Eles tem foguetes aqui. Certo, Doutora? Foguetes? Temos mesmo. Só um. Não vai ajudar. O quê? Foguetes não os pararão quando eles vierem. Quem é que vem? Tubarões. Ouve Radio Bea. Bea, olá. Eu sou a doutora Nichols. Se não quiser sair desse barco, não precisa. Pode ficar aqui. Não. Como assim? Ela não pode ficar. É a mesma coisa. Logo que descarregar a carga, vais levá-la para Salvation. Eu tenho outra entrega para fazer. Tens mesmo e é em Salvation. Vamos todos para lá. Até onde sei, trabalhas na Oceanic. Nós damos combustível e provisões pelos seus serviços. Sim, mas é limitado a resgates em alto mar e salvamento. Seria um tipo de salvamento. Salvation concordou em nos suprir com invólucros de irídio para contactos eléctricos, Então, preciso de verificar a estabilidade do irídio. Então todos temos que ir? Sim. Precisamos de nos reunir com D’Amato. Quero falar contigo e com a tua passageira. Seja qual for esse novo problema, temos que resolver rápido. Estamos a ficar sem tempo. Olá. Sou a Dra. Shaw. Bea. Prazer em conhecer-te, Bea. Quero mostrar-te uma coisa. Podes vir aqui? Anda. Vês aquele foguete ali? Vamos anexar um dispositivo no foguete, chamado filtro de CO. CO foi o que fez os polos derreterem e todo o planeta ser coberto de água. Então, a nossa equipa, dirigida pela Dra. Nichols, criou este dispositivo. Vão colocar o dispositivo no foguete e lançá-lo na atmosfera, esperando que com as condições adequadas isso realmente possa reverter o efeito. sabes o que significa? Sem água? Sim. Terra seca. Parece loucura, não é? Muito. Eu sei. Mas temos as melhores mentes do planeta a trabalhar nisso. Então Radio precisamos da ajuda de todos, incluindo a tua. Vais ajudar-nos? Sim. Tudo bem. Agora, se pudéssemos descarregar esta coisa, poderíamos ir. Barrick, isto deve ajudar-te a criar coragem. Para que é isso? Para identificar os tubarões por rádio. Se quiseres marcar tubarões, faz-o no teu tempo livre. Eu não sei qual é teu problema comigo, mas eu sugiro que deixes isso para trás. Não tenho problemas contigo, Doutora. Acho que tens uma grande personalidade. Mas depois do que vi em Junk City, se vejo um tubarão, vou-me embora. Qual é a tua opinião sobre isso? Quando os polos derreteram, vimos a população de peixes explodir. Mais nutrientes significa mais peixes, e cresceram exponencialmente. Mas o que estamos a ver agora é o colapso da população devido às temperaturas excessivas. O plâncton é a base da cadeia alimentar. Peixes mais pequenos comem o plâncton, que alimentam os peixes maiores e assim por diante até aos tubarões, no topo. Mas agora com o calor excessivo, o oceano é muito quente para o plâncton sobreviver. E isso faz com que a população de peixes diminua muito, e o que sobra é um bando de predadores sem nada para comer debaixo de água. Então, o que é que eles fazem? Eles procuram comida acima da água, e somos nós.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *