Rádio Liberdade FM – Belo Horizonte

Rádio Liberdade FM – Belo Horizonte, Radio Rádio Liberdade FM – Belo Horizonte ouvir rádios online grátis Rádio Liberdade FM – Belo Horizonte Portuga

Adicione ao seu site.

Impossível, não vai dar certo. Se avançarmos, ele vai encalhar. São as nossas ordens. Às : hs, a Luftwaffe lança uma série de ataques sobre as praias e os pequenos barcos. Os barcos têm um calado de cm, mas a maré está descendo. A tripulação do “Renown” resgata soldados, antes de chegar à terra. Te peguei, cara! Dê-me a sua mão. Isso, com as duas mãos! Força para cima, vamos! Quantos já temos? -Quase ! -Certo, já chega! Lamento, cara. Fica pra próxima! Nós voltaremos para te pegar! Encalhamos! Estamos sobrecarregados! Lamento, rapazes. Podem sair ? Pedimos que saiam , por favor! Vamos, rapazes. Voltaremos para pegá-los. terão que sair, lamento. Por favor, saiam! Vamos, saiam! O barco não aguenta, por favor! -Por favor, senhor! -Lamento, amigo. Alex, obrigado por ter vindo! Vou direto ao ponto. Sabe que me mandaram voltar. Sim, senhor. -Quero que comande a retaguarda. -Obrigado, senhor. Não sei se ficará agradecido, terá de comandar o que sobrou de uma divisão. Devo partir no final da tarde. Oficialmente o QG encerrará às : hs, mas quero que assuma imediatamente. Sim, senhor. Temos ordens de defender o perímetro Radios enquanto for possível. Você está autorizado a capitular ao término da evacuação, para evitar uma chacina desnecessária. Alex, não é necessário se sacrificar. Quando só restar uma brigada, passe o comando ao brigadeiro e junte-se à evacuação. Senhor. Este é o Capitão Tennant, ele está coordenando a retirada para o Ramsay. Sugiro que ambos contactem o Almirante Abrial logo que possível. Estarão subordinados a ele. Se achar que a BEF corre perigo, avise Londres. Entendido, senhor. Tudo bem, cara? Ele está em estado de choque. Um cobertor! Jogamos fora os cobertores! “Não pode acabar aqui.” “Não serei um soldado desaparecido.” Ajudem aqui! Você está bem? Ajudem-me! Força, rapaz! Conseguimos! Pronto! Tudo bem, rapaz? Logo estará em casa. Cuidado onde pisa, rapaz! Em alto-mar, no navio mercantil Tilly, o barco de pesca Renown descarrega os soldados, antes de fazer outra viagem. Não podemos repetir isso. Se voltarmos à praia, ficaremos encalhados. Isso não é nada bom, esses barcos são perfeitos para essa tarefa. Com a maré alta, tudo bem. Caso contrário, é loucura. Sim. Não é melhor ir para o porto? -Harry? -Sim? -Acho que ele morreu. -Tem certeza? Não, não tenho. Sim, está morto. -O que faremos, Harry? -Jogá-lo no mar? Não podemos fazer isso! E o que mais podemos fazer? Por que não levá-lo para ser enterrado? -O que acha, Harry? -Ele tem razão. Sim, obrigado. Adeus. Preciso de uma tripulação reserva para um resgate! O raio do timoneiro não vai, diz que o barco custa a sair da areia. Isso não impede os outros barcos. Alguns deles estão no limite da sua capacidade. Ele pode estar certo. Ramsgate, por favor. “Somos apenas pescadores, só sabemos fazer isso, é o nosso sustento. Não deixo que os rapazes percebam o que penso, porque eles já têm problemas demais. Tento manter o moral alto, mas estou muito preocupado.” “Oficial sênior em Dunkirk para o VALM em Dover. Temos sido incessantemente bombardeados. Aos poucos eles se aproximam do nosso ancoradouro. Gostaria que só atracassem navios indispensáveis ao fluxo de soldados.” Tem alguém aí? Chegamos para pegá-los, rapazes! Falta pouco agora! Há vários deles ali, Frankie. Veja! Não somos o único barco! Estão vindo mais! Pula! A gente pega vocês! São apenas metros, vamos! Pula! É a vida de vocês! Basta pular! Vamos lá, rapazes! Você consegue! Frankie, pegue o braço dele! Harry, traz uma corda! Vamos, o próximo! Mais um! Vamos, não temos a noite toda! “HMS Malcolm, º de junho de . Suas últimas cartas foram bastante encorajadoras. Isto ainda não acabou, mas seja lá o que acontecer, conseguimos salvar mil vidas desde terça-feira. E é um grande consolo saber que não fizemos qualquer sacrifício inútil se a nossa sorte mudar.” Deite-se. Que mal há em dormir um pouco? -Tem certeza? -Claro. Quem me dera fazer o mesmo. “Percebemos que somos um grão de areia na avassaladora montanha da guerra. Caso não sobreviva a isto, serei apenas um entre milhares. Amanhã, termino de escrever.” -Ah, maldição! -Ouvi Harry praguejando? Sim, pegue o leme, Frankie! Não faltava mais nada! Deus, só faltava essa! Água no combustível? Pegue o leme. Vou dar uma olhada. Tem algo preso na hélice. Espere aqui. -Vê alguma coisa? -Não! Quem vai mergulhar? O que é? Ah, droga! Joga fora! Pronto, vamos tentar de novo? Precisaremos de um rebocador. -Avisarei o Tenente Solomon. -Sim! Acho que hoje ficamos por aqui. -“Harry!” -É o Whaffer! É você Whaffer? Tudo bem, rapaz? Não, o motor parou! -Tem como rebocar? -Vamos lá! Obrigado, como é bom te ver! -É isso aí! -Pronto? -Tudo certo! -Muito bem, rapaz. À meia-noite do dia de maio, o capitão do porto, James Campbell Clouston, embarcou mil soldados a partir do molhe. mil foram retirados das praias, incluindo pela primeira vez, milhares de soldados franceses. Foi o dia mais bem-sucedido da operação até o momento. Pelo menos o molhe está intato, senhor. Mais ou menos. DOVER São os últimos? -Sim. -Ótimo! Vou tomar banho e dormir, não necessariamente nesta ordem. -Eu também, senhor.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *