Rádio Mega Cidade FM 87,9

Rádio Mega Cidade FM 87,9 ouvir rádios online grátis qualidade e transmissão ininterrupta. Portuga

Adicione ao seu site.

“Ele tem carisma.” Estás toda tolinha. Não estou nada! Ele vai ver-nos. Ámen. Esta noite, Madeline, fiz o teu favorito, Galinha Hélène. Ótimo! Boa! Tem bom aspeto, Hélène. Sim. Adorável. Cheira deliciosamente. Não. Fred. Fred? Quem é o Fred? Este é o Fred. A galinha? As galinhas não têm nome. Como é que sabes? Madeline, não tens fome? De repente, perdi o meu apetite. Sabe, esta galinha era minha amiga. Conheci-a há pouco no carro. Acho que sou vegetariana. Isso é tudo muito patético. Se conhecesses a galinha como eu, Vicki, também não a comerias. Claro que comeria. Está estaladiço mesmo como eu gosto. Bem, eu não vou comer o Fred. O Fred já está morto. Olha. Acho que sou vegetariana também. Também não consigo comer. O que se passa? Quem é o Fred? Não entendo. Desculpe, Hélène, mas você matou-o. Fred? Acho que também sou vegetariana. Nunca mais comem galinha outra vez. Não vos faço mais galinha. Bem, eu não era amiga do Fred. Come, Lulu! Não sejas uma delas! Come! Toda a gente pode opinar. Se a Vicki quer comer o Fred, a galinha Posso perguntar o que se passa? Perdoe-nos, meu Lord. Encontrou-nos a meio de um debate. Um debate Miss Clavel, posso dar-lhe uma palavra. O que é que o Lord Cuckoobutt está aqui a fazer? Lord Covington. Em meu nome e das meninas, queria dar-lhe as nossas condolências. Muito obrigado, Miss Clavel. As meninas Sim, receio que tenham pouca disciplina. Elas, normalmente, portam-se bem. Se posso dizer. Sim, pode, mas não é a minha experiência. Tenho estado a ver os papéis da minha esposa, para pôr tudo em ordem. Devem ser tempos difíceis para si. Em anos de casamento, a única coisa que a minha esposa e eu discordávamos era a indulgência dela para com esta escola. Precisava de um telhado novo, a minha esposa passava um cheque. A cozinha precisa de um frigorífico, a minha esposa passava um cheque. Viagens ao zoo. Ela era uma mulher incrível e generosa. Bem, não pode continuar assim. Vou encerrar a escola. Mas e as meninas irão encontrar outra escola. Comer galinha não é o mesmo que usar sapatos de pele. Sim, é. Não, não é. Fim do debate. Se não comeres a galinha, vais para a cama. O que é que fizemos? Não jantamos nada? “Marie Gilbert.” Quem é essa? Uma amiga minha. Tenho muita fome. Tu é tudo muito. É melhor ser tudo muito que ser muito nada. Não acho que seja muito tudo. Está bem. Todas temos fome. Então, vamos comer. Mas não podemos. Vamos. Não acordem a Vicki. Ainda acho que não devíamos fazer isto. Na resistência francesa, saberíamos como lidar como um homem como o Cuckooface. Hélène, nem brinques com isso. Quem está a brincar? Se nos ouvem, estamos feitas. Mas somos vegetarianas. Parem de sussurrar. Para tu! Roupa da Hélène. É o sutiã dela. O apoia mamas. Mamas Sandes de pickles. Há lacticínios? Que cheiro horrível. Está bem, quem fez isto? Cheira igual aos da Vicki. Preciso de ar. Credo! Nojo! Aggie! Foi ela que cheirou, aguente. Chantal. Não sou eu. É isto. Que ninguém respire, é o queijo especial da Hélène! Fecha. Dá-me o valete. Vai pescar. Galinha Hélène! Amo-te, Georges.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *