Radio Dourada FM

Rádio Dourada FM ouvir rádios online grátis qualidade e transmissão ininterrupta. Portuga

Está a ser acusado disto, com a sua idade? Tem advogado de defesa? Meritíssimo. Sou o advogado de defesa. Quem é ele? Nawab Mehmood Nazeem Ali Shah Khan Bahadur. Quantos advogados tem ele, afinal? Onde estão os outros? Não, sou apenas eu. É esse o meu nome. É um nome comprido São precisas duas audiências só para o dizer. Silêncio. Continue, por favor. Muito obrigado, meritíssimo. Meritíssimo. Meritíssimo Este homem fingia que rezava para tentar entrar onde não podia. As intenções deste infiel são suspeitas. Protesto, meritíssimo. É uma acusação sem fundamento contra o meu cliente. Acusa-o com base em que provas? Ao queimar o topi, ele provou que a intenção dele era meramente espalhar o pânico. E o senhor queria convertê-lo. Meu Deus! Que o Senhor tenha piedade! Que acabou de dizer? Senhor Porque faria eu isso? Esse incidente a que se refere foi a primeira vez que conheceu o meu cliente? Não. A primeira vez que Dharampal foi conhecer o pai, não o deixou passar. Porquê? Não, não o impedi. Eu só Disse que voltasse só depois de aprender os costumes muçulmanos, certo? Meritíssimo, isso foi O que aconteceu foi que Espere um momento. Temos o depoimento do seu rececionista. Não me minta. Não duvido que tenha o depoimento, mas não minto. Nunca minto. Meritíssimo, por questões de humanidade pensei que, como o pai dele não estava bem, se descobrisse que o filho não era muçulmano, podia O pai dele não sabia que ele foi adotado? Sim, sabia. Então, o pai compreenderia que o pai adotivo podia não ser muçulmano. Sim, claro. Meritíssimo, o pai dele não voltou a casar devido à dor de perder o filho. Teria ficado feliz por o reencontrar. Mas o imã só quis foi converter o meu cliente. Não! Por sua causa, o meu cliente está mentalmente instável. Brincou com as emoções dele e, por ter feito isso, vou processá-lo, nos termos do Artigo e Mas Como assim? Não, por favor pondere. Não tem de fazer isso. Meritíssimo. O pai dele está num lugar onde não-muçulmanos não podem entrar? Não, meritíssimo. Não é nada disso. Estava apenas a ser humano Deus tende piedade! Senhor Sim? Pode ir. Sim, meritíssimo. Meritíssimo, esta é a verdade. As circunstâncias obrigaram o meu cliente a queimar aquele topi. Ele já pediu desculpas por isso. O homem por trás deste incidente foi o imã. Se ele tivesse deixado o filho conhecer o pai, isto nunca teria acontecido. O topi não teria sido queimado. Estive com o pai do Dharampal ontem. Ele está muito doente. Meritíssimo, qualquer que seja o seu veredicto, existe um tribunal superior a este. O tribunal de justiça do Senhor. E nesse tribunal, o meu cliente é inocente. É tudo, meritíssimo. Este tribunal declara Dharampal Rammohan Trivedi culpado mas também não o considera um criminoso. Ele cometeu um erro, devido às circunstâncias, e por isso o tribunal ordena que ofereça topis a muçulmanos carenciados, como multa. O tribunal ordena que o imã permita a Dharampal conhecer o pai, de imediato. BIBLIOTECA Ele esperou pelo filho até ao fim. Ainda bem que o advogado lhe deu uma fotografia.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *