Radio 103 FM

Radio 103 FM ouvir rádios online grátis qualidade e transmissão ininterrupta. Portuga

Adicione ao seu site.

Eu vejo o seu rosto na fronha do meu travesseiro No meu espaço secreto Eu vejo o seu rosto, rosto, rosto Rosto, rosto, rosto Rosto, rosto, rosto Pode ser que eu goste dos altos Pode ser que eu goste dos baixos Pode ser que eu queira partir Te incluo no meu show, show, show Show, show, show Show, show show Quem sabe eu te deixe dentro do meu sonho Quem sabe eu te deixo Quem sabe eu te deixe dentro do meu sonho Quem sabe eu te deixo Quem sabe eu te deixe dentro do meu sonho Quem sabe eu te deixo Bom, parece estranho entrevistar eu mesmo no meu próprio filme, mas aparentemente, eu vou fazer uma aparição. Eu não tô todo feliz em relação àquele fato. Mas… aqui estou. Eu… sinceramente, uh, meio que me sinto safado. Não no bom sentido. Talvez se… os braços de Go fossem destinados a serem meus pra sempre. Só que não. Então, aqui tô eu…, um performista pornô amador. Foi bom pra você? Sabe, você precisa mesmo se deitar mais. Eu sei. Se não for por mais nada, então pela causa. É? Qual é a causa? Bom… Toda vez que a gente fode, é que nem… uma declaração política, tá ligado? E… o mero ato da gente se penetrar… é como… praticar a liberdade. E… eu não sei você, mas eu curto praticar minha liberdade o máximo possível. Não sabia que você era tão patriota. A bandeira americana na porta já não entrega? Não tem como entrar num bar , num evento, ou até mesmo num bairro sem dar de cara com um sujeito dançando em cima de uma mesa de cueca, ou sem nada. Não se dá conta do quanto as pessoas acham isso fudido? Que estamos preferindo ficar presos às regras puritanas delas? Mas por que que tudo tem que ter a ver com o? Porque é a isso que elas foram reduzidas ao longo dos séculos: fuder e pronto. Quer dizer que a gente as define por serem exatamente o que elas esperam? Não. A gente as define sobrepondo o julgamento delas. Quer que a gente viva perdendo nossa identidade? Não, mas eu… só acho que pode servir de ajuda se perdemos um pouco dela. Não. Eu não quero que nossa individualidade vá desaparecendo nesse vácuo do politicamente correto e da cultura pop. Vem me despir agora Vem me despir, eu me arrumei todinho Com uma bola e uma cadeira Esse campo é um rio, essa alma foi desfeita Essa correnteza desce, desce, desce em direção à lama Esse lado é sujo, esses cavalos estão presos Essa correnteza desce, desce, desce em direção ao sangue Você é o desbravador agora Quando a minha vida parou de ficar parada Esse campo é um rio, essa alma foi desfeita Essa correnteza desce, desce, desce em direção ao sangue Oh Eu tenho pedir desculpas aos meus seguidores… Bom, agora, na verdade…, por desprezar vocês. Minha obsessão cresceu… e virou uma necessidade. É como se eu quisesse tomar conta dele. Eu não quero mais que ele ganhe a vida dos dólares de pervertidos. Eu não quero que ele seja visto como um objeto por ninguém, só eu. Eu só quero arrancar aquele chapéu da cabeça dele pra que o mundo possa ver os olhos dele e não a bunda. Eu tô bem confuso. Eu não quero que vocês se escondam, quero que sejam livres. Isso, é claro, tá vindo



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *