Rádio do Folclore Português

Rádio Rádio do Folclore Português ouvir rádios online grátis qualidade e transmissão ininterrupta. Portuga

um pouco de ouzo? Não, Maria, obrigada. Estou muito irritada! Pff! Muito irritada Aaah, era melhor eu ir embora num navio e ser devorado pelos mares negros do que aturar sua infidelidade! Aaah, você é mesmo incorrigível! Maria querida, você deixa que Nancy durma conosco hoje à noite? Que bom que me lembrou! Vê? Nunca dorme. Ela abre os olhos no momento que saio. Por que colocar ela na cama tão cedo, então? Cedo? Ela não dormiu nada meio-dia. Você não pode nem imaginar como ela é difícil, Antigone querida Ah, sim, eu posso, Maria querida! Tiranas, tiranas! Crianças são tiranas! Mamães são anjos! Não dê muita comida a ela. Ela está com tendência a engordar. A engordar Trago ela para você amanhã. Trago o meu boneco para servir de companhia? Vejamos ele primeiro para decidir. Ele é bonito? Ele é um boneco. E tem um carro esportivo! Você tem um bom olho pra carros, é claro! Tenho mesmo! Hoje em dia um homem deve definitivamente ter um carro. Você não serve para casar, te digo que não! Vocês tiveram outra discussão? Mas ele te ama! É isso que é o amor? Uma importunação constante? Era melhor eu ir embora num navio e ser devorado pelos mares negros, certeza! Não implique tanto com ele, Antigone! Ah, ele merece, Maria querida. Você sabe como ele é ciumento? Então, e você? Vai ficar? Sim, vou. Vou dar uma arrumada. Boa noite, então. Boa noite. Durma bem, querida! Obrigada. E lembre-se! Não dê muita comida a ela! Mãos aos alto! Mãos ao alto, eu falei! Sente! Abaixe as mãos. Qual seu nome? Maria. O meu é Alexis. A casa é sua? Não. É de minha mãe. E onde está sua mãe agora? Ela está com meu pai e meu irmão no terreno de construção. E por que você ficou aqui? Para vigiar a casa. Você é uma vigia e tanto, né? Você é um ladrão? Não. Então por que pegou nosso leite? Porque estava com fome. Quando eu tiver dinheiro, compro um e dou pra você. Mão-de-vaca! Por que você estava com fome? Só estava. Todo mundo não está? À noite, você só bebe leite? Não, eu como, também. Por quê? Você está de dieta? Não. Minha mãe está. Quem é? Ninguém. Tá com medo? Um pouco. Por que você saiu de casa? Meu pai é separado de minha mãe. Eles eram acrobatas. Trabalhavam juntos num circo. Minha mãe é francesa. Ela virou dançarina agora. E onde é sua casa? Em Atenas. Escuta eu vou te contar a verdade, mas você tem que jurar não me trair. Não, não vou te trair. Eu sou um fugitivo. Um fugitivo? Você estava na prisão? Não não prisão, num reformatório. E agora? O que você vai fazer agora? Por que você se importa comigo? Vou pra Atenas encontrar minha mãe. Vou pedir que ela me deixe morar com ela. Não quero voltar pra minha avó. Você não ama sua avó? Minha avó é uma bruxa. Ela lê cartas e xícaras de café. Uma bruxa? Mas Eu acho que ela não me ama. Ela te colocou na prisão? Eu falei que era um reformatório, e, não, não foi ela. Fui eu mesmo. Por quê? Porque eu roubei um carro. Eu sei sobre carros. Para sua informação, carros têm quatro marchas. Eu consigo usar a primeira e a segunda. Meu pai usa todas. Ele conhece Mackeenan? Não conhece. Viu? Ele não sabe nada de carro, então. Mackeenan dirige em ralis. Ele usa todas as marchas. E ele não faz curva usando o volante. Em vez disso ele usa o freio de mão. Você corre em ralis, Alexis? Ainda não. Não tenho carro. O que você fez com o que você roubou? Tiraram de mim. Porque Bom, eu fiz uma curva errada e entrei com tudo numa confeitaria. Não ria, mão-de-vaca! Mãos pra cima! Sente. Eu disse: não ria! Abaixe as mãos. Você já caçou? Não. Meu pai, antes da separação, me levou à selva duas vezes. Aos leões? Exatamente! Leões e tigres. Um dia, um leão me perseguiu na selva, sabia? Não! Não ria, então. E o que o leão fez? Correu rápido e quase me pegou. Subi numa árvore quase até o paraíso. O leão tentou subir, também. Uma cobra grande saiu de seu buraco e lutou com o leão por três dias e três noites, até estarem os dois mortos. Meu pai estava me procurando na selva, e quando ele me encontrou, ele me carregou nos braços, chorando. Mas minha mãe não estava com a gente. Eu sei que minha avó não me ama. Ela nunca me leva para o cinema. Nem deixa minha mãe me ver. Então, eu Um dia Fugi e roubei um carro. Tenho que ir a Atenas e achar minha mãe. Pedir para ela me deixar morar com ela. Mas agora é noite. Quando você vai? Magos passam por esse lugar à noite. Só devo viajar à noite. Porque sou um fugitivo. Quer dormir na nossa casa? Deixa pra lá. Acho que já vou indo. Durma aqui hoje e vá amanhã. Lá embaixo no depósito a gente tem uma cama. E se seus pais chegarem? Eles nunca entram lá. Tá certo, então. Já que você insiste. Fico. Mas só por hoje. Amanhã vou embora. Você tá com fome? Eu bebi leite. Também tem bolo. Sabe Eu mesma fiz. Quer dizer Eu e minha mãe fizemos. Quer que a gente coma? Você faz doces bons! Posso fazer mais, até melhores. Seu irmão é velho? Não mais velho que você. Ele me vence numa briga? Não sei. Ele vence todos os meninos do bairro. Mas ele não luta. Ele é legal! Estou cheio. Estava muito bom. Bom eu que fiz! Aqui, Alexis. Aqui é onde você vai dormir. Boa noite, e não tenha medo, certo? Boa noite. Alguém perguntou por nós, Maria?



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *