Radio Disney Brasil

Radio Disney Brasil ouvir rádios online grátis qualidade e transmissão ininterrupta. Portuga

Cancelar o lançamento dos mísseis!” Isso mesmo. Cancelar o lançamento dos mísseis. Ele estava tomando café, então se engasgou, e aí. ele se atrasou por sete segundos. Sete. Talvez haja algo sobre esse número, mesmo se esquecermos as coincidências. A propósito, me lembro da expressão dele. Ele saiu pelo corredor, com uma gota de suor no nariz. Estava sorrindo e abriu o zíper da calça enquanto caminhava. Ele se enforcou no banheiro. Ele sabia que agora restavam minutos. Por que esse vento horrível teve que iniciar seu caminho sobre o mundo logo aqui. em nossa miserável cidade? Por quê? O seu filho não está na lista! Não pode ser. Isso deve ser um erro! Você me escuta? Sim, escuto. Eu não consigo ouvir nada! O que você disse? É proibido a qualquer pessoa. ir lá para fora. Eu imploro a você. Você é o responsável pelos guardas. Não. Eu não sou mais. Há novas regras desde esta manhã: Os guardas não se submetem a ninguém, exceto às instruções. Eu entendo isso, mas preciso estar lá fora. Qualquer maneira serve. Eric está lá. Anna. Somente até que haja alguma ordem especial. apenas os mortos podem sair. Ligue mais tarde. Você entende? Não. Você pode sair daqui. através do túnel do funeral. Quer correr o risco? É claro. Cuidado, especialmente no posto de controle! Há um túnel lateral lá! Ei, você! Me dê uma máscara de gás! Deixe-me passar pelo departamento infantil! Não adiantará nada. Me deixe entrar! Não enlouqueça. Ele está lá, eu sinto isso! E você não me deixa entrar! Não há crianças desta idade lá! Imploro que me deixe entrar lá. Você não é pai! Está bem, está bem! Vá! Deixe-o passar! E assim. todas as evidências sugerem. que a história da humanidade está. terminada. É hora. de contabilizar os resultados. E acho que isso deve ser feito com calma. sem qualquer afetação vulgar. Hoje. quero falar a vocês. como um morto a outros mortos. Isto é, com franqueza. Deixe-me apresentar um discurso destinado aos seres humanos. enquanto espécie biológica. A humanidade foi uma espécie trágica. condenada, talvez, desde o seu princípio. Nosso destino, ao mesmo tempo belo e fatal. foi sempre tentar morder mais do que podíamos mastigar.
Telefone: +55 (11) 3505-9130  
Email: promocao@radiod.com.br  



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *