Radio Clube Marinhense 96 FM

Radio Clube Marinhense 96 FM, Radio Clube Marinhense 96 FM ouvir rádios online grátis Radio Clube Marinhense 96 FM Portuga


Adicione ao seu site.

Sim. Para assustar os chineses? Sim. Para que serviu a cabeça? Depois joguei fora. Não, está perguntando para que serviu assustar os chineses. Para ficarem assustados. Só para os assustar. Só para os assustar. Depois, joguei no lixo. Continuei a matá-los, jogar os corpos no rio. Tinham as mãos atadas, atrás das costas. Eu trazia um copo. Cortava-lhes a garganta. Apanhava o sangue. Eram muitos. Fez isso com todos? Não. Dois copos bastavam. Foi o que fizemos. De onde é que tirava o sangue? Da garganta, claro! Escorria para um copo. Cortava a garganta e enchia o copo. Depois, bebia. Porque é que fazia isso? Para não enlouquecer. O teu pai matou tantas pessoas. E bebeu seu sangue. Como se sente sobre isso? Nunca soube disto. É assustados. Ele beber o sangue radio É a primeira vez que ouve falar? Como se sente? O que é que posso dizer? Soube agora mesmo. Sádico. Talvez ainda seja forte por ter bebido. Nunca soube disto. A minha história radio O meu irmão radio radio também foi morto. Naquele tempo. Está ficando tarde. Se o teu irmão foi morto, por favor, perdoa o meu pai. Nenhum dos seus filhos soube. Éramos muito novos. Sinto radio Não é culpa sua teu pai ser um assassino. O que quer que seja, ele é teu pai. Está ficando tarde. Seja paciente. Sinto que te conheço. Já nos encontramos? No trabalho? Também acho que te conheço. Agora nos conhecemos. Somos como família. Os teus filhos deviam ir à mesquita. Por favor, perdoa o meu pai. Pensa em nós como família. Ele agora está velho. Considera-o como o teu pai. Quando passar por perto, venha nos visitar. Já não tenho mãe. Agora, tomo conta dele. Já está caduco. Não se lembra de muita coisa. Está velho e caduco. Larguei o trabalho para tomar conta dele. Quando tem visitas, não reconhece. Nem sequer se lembra da sua família. Agora, tomo conta dele. Agora, tenho de ir. Adeus, senhor. Lembra do Ramli? Lembra? Lembra do teu filho morto? Lembra? Quem é você? Sou eu. Lembra do teu filho Ramli? Quem? Ramli. Que foi levado. Quem é o Ramli? Foi levado pela multidão. Lembras ou não? Lembrar de quê? Do teu filho. Ele foi levado. Filho de quem? Teu filho. Ele foi levado. Não lembra? Lembro-me de quem? Matamos pessoas aqui. Escrevi este livro sobre o que fiz. O Joshua pediu um exemplar. É muito importante, se quiser uma boa educação, as pessoas lembraram de nós, os nossos descendentes. É um registo completo do que aconteceu. Também quer um exemplar? Eu mesmo ilustrei. Fiz desenhos para dar vida à história. Isto é Snake River. A ponte de ferro, meu Deus. Ah, sim. Quando tudo acabou, quem é que ia comprar peixe? Ninguém comprava peixe ou marisco. Ninguém comia peixe. Os peixes comiam corpos humanos. O seu marido matou pessoas aqui. Eu queria conhecer o seu marido, mas já que não está vivo, pelo menos posso conhecer você e seus filhos. Das pessoas mortas aqui, a pior história é a do meu irmão Ramli. Cortaram-lhe o ombro radio Foi esfaqueado no estômago. O intestino saiu. Foi esfaqueado nas costas. Mas conseguiu fugir para casa. De frente da casa chamou a minha mãe. Ela o levou para dentro mas, de manhã, levaram ele novamente. O seu marido que o levou. Ele comandava. O seu marido disse à minha mãe que iria levar o Ramli para o hospital. Mas, no caminhão, retalharam-no. Oh, Deus radio Depois, cortaram-lhe o pênis. E acabou não aguentando. O seu marido até desenhou isso. Nunca vi esse livro. Foi o meu marido que te deu? Sim, não se lembra? Este é o meu irmão. Esta é a minha mãe. Este é o meu irmão. É o que o seu marido desenhou. Não sabemos nada sobre isso. O meu marido nunca nos contou. Havia um livro, mas ele nunca o leu. Disse que nunca matou ninguém. Mas está no livro dele. Sério? Sim. Não sabemos nada sobre isso. Não sabíamos o que ele fazia. Éramos apenas crianças. Nunca soubemos e ele nunca nos disse. Não quero incomodar vocês. Tenho estado doente. Mas o Adi está aqui para falar abertamente. Todos por aqui são amigos. Mesmo se os pais deles foram mortos, somos todos bons amigos. Agora, a ferida está aberta. Porque o Joshua fez este filme e o meu pai escreveu este livro, a ferida está aberta. Se não, não sabias quem eu era. Claro que sabia. Sabia tudo sobre esta família. Todas as famílias das vítimas sabem quem são os assassinos. Mas isso não quer dizer que queiramos vingança. Querem vingança? Se eu quisesse vingança, não teria vindo dessa forma. Quem sabe? Talvez tenha sido por isso que Joshua veio. Se estivesse no teu lugar radio Desculpem. Se conhecesse um agressor ou os seus filhos radio Basta! A minha mãe está doente e isto vai traumatizá-la. Esqueçam o passado. Vamos todos ficar de bem como nos ensinou a ditadura militar. Quer que sejamos abertos, mas como? Não sabemos nada. Olha para isto, por favor. Carrega na tela. As pessoas que matámos na plantação, como o Ramli radio Isto é Snake River. A ponte de ferro, meu Deus. Ah, sim. Isso me lembra o meu pai. Não quero ver isso. Vamos apenas conversar. Não suporto isso. Desliga! Porque esta gritando? Há mais alguma coisa que queira dizer, Adi? Não. Adi, pedimos desculpa. Somos como você Só mais um vídeo. Não quero saber! Não sei nada sobre isso! Querem que isto acabe bem ou não? Não sabemos nada. Aqui, ele explica radio Olha, não sabemos nada sobre isso. Não cause problemas, Joshua. Tenha piedade dele. Está morto e enterrado radio Te recebi aqui, Joshua, mas já não gosto de você. Oh, não. Onde é que estou? Oh, não. Estou na casa de outra pessoa. Como vim parar aqui? Ajudem-me! Vim parar na casa de um estranho. Socorro! Estou na casa de um estranho. Ele vai me dar uma surra. Estou perdido! Você sobreviveu. Esqueça. Deixe isso para Deus. Não o consigo conter. O meu filho se foi. Mas você sobreviveu. Ele rastejou até sua casa, através deos campos de arroz. Depois, vieram buscá-lo. Disseram que o levariam ao hospital. Eu sabia que era mentira. Implorei para ir com ele, mas eles recusaram. Essa é a verdadeira história de Ramli. Muitos outros têm histórias parecidas. Mas não da mesma forma! Mas foi essa a nossa experiência. Foi isso que aconteceu. Bem, assim é a vida na Terra. Pode fotografar à vontade. Estou tentando falar contigo. Mas estás sempre fugindo. Este vem e cai. Esse não quer se mexer. Não está cansado? Durma. Não consigo te ver. Está aí? Quero te ver. Apareça. Estás mesmo aí?



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *