Radio Graciosa

Radio Graciosa, Radio Radio Graciosa ouvir rádios online grátis Radio Graciosa Portuga

Fantástico. A doutora chegou a horas… …e disse-me que entravamos a seguir. Está bem. Queria falar-te de um artigo que eu li. Que fala de como os bebés reconhecem as vozes dos pais… …só de as escutarem antes de nascer. A sério? Olá malta. Olá. Vamos entrando. Tiveram sorte? Não, não. Nenhuma destas mulheres… …. tem aquilo que procuramos doutora. Estas eram aquelas que estavam dispostas… …a viver com vocês durante a gravidez. Mas se mudarem de ideias em relação a essa condição… …tenho aqui umas candidatas maravilhosas para vocês apreciarem. Não, essa é uma condição que estamos disposto de não abdicar. Olhe você sabe que a Allie já perdeu um bebé. Estar presente durante a gravidez é algo que– È muito importante para ela. Compreendo. Bom eu fiz uns telefonemas para New York e Boston… …e estão aqui algumas mulheres… …dispostas a mudar-se para Filadelfia… …e viverem com vocês até ao nascimento do bebé. Mas por favor tentem compreender que se não encontrarem nenhuma ai… …Não vos vou poder ajudar. Neste momento estamos a ficar sem opções. Obrigado, Claire. Aqueles vamos ser nós muito em breve. Vamos para casa ver os ficheiros agora. tenho algum tempo antes que a Linda Volte. Quem me dera poder ir… …mas tenho várias reuniões seguidas… …e alguns encontros com clientes. Eu tinha-te falado nisso. Sim. Porque não dás uma vista de olhos… …e quando eu chegar a casa dizes-me se alguma te agradou. George, estás entusiasmado com este bebé… …tanto quanto eu, não estás? Sim querida. Há alguma forma… …de mudar o horário com os teus clientes? Acho que deveríamos fazer isto juntos. Faremos o seguinte. Vou fazer alguns telefonemas a ver o que se pode arranjar. Está bem. Olá chamo-me Danielle, e sou de Boston. Durante a semana sou procuradora… …mas aos fins de semana, durante o verão… …podem encontrar-me na praia. Sou uma… Deves estar a brincar comigo. Adoro nadar… “Sou a Danielle, de Boston. Sou procuradora e uma grande imbecil”. Essa era a ultima, Allie. Não gostei de nenhuma delas, George. Eu sei que ainda não encontramos nenhuma … …mas como disse a Dra. Aitchinson… …não será fácil encontrar alguém… …que esteja disposto a viver connosco nos próximos nove meses. alem disso… …que seja a pessoa ideal. A Linda diz que eu não consigo encontrar ninguém… …porque tenho medo de perder outro bebé. Ei. Não vais perder outro bebé. Vamos ter a família com que sempre sonhaste… …e eu quero isto tanto como tu. Amanha telefonamos a outras agências. Não te preocupes. encontraremos a mãe substituta ideal. Querida eu sei que aconteceram muitas coisas más na tua vida… …mas agora é altura para acontecerem coisas boas… …e apenas coisas boas. Amo-te. Eu também. Que se passa? Tiveste um pesadelo? Vem aqui. Estás a transpirar. Olá. Olá. Vou agora cedo á loja. Está bem. tem um bom dia. Até logo. Igualmente. Amo-te. Entrem. Já os vou atender. Olá. Obrigado. Boutique Glebe Side Kid. Olá, Stacie. Sou eu. Olá , Alice. Acabei de abrir. Eu tenho algumas coisas para fazer durante a manhã. Podias ficar sozinha… …durante um tempo? Sim, claro. Está bem. Telefona se precisares de alguma coisa. Está certo, adeus. Comprei-lhe margaridas no mercado. São as suas favoritas não é verdade? Tu és uma querida. Porque é que telefonou, tia Estelle? Precisa de alguma coisa? Sim. Alice, não posso ficar aqui mais tempo. A sério. Porquê? Detesto este lugar. O cozinheiro novo é um desastre. Nem um cão abandonado. Comeria a comida que ele prepara Estou esfomeada. Penso que está a exagerar um pouco. Provavelmente ficarás contente se eu apodrece-se nesta pocilga. Não mas pelo que Linda me disse este é o melhor que á na cidade. E é bastante caro. A Linda disse? Que mais te diz a Linda? Diz que não devo deixar que me manipule… …como o está a tentar fazer agora. Manipular-te. Como se atreve? Criei-te quando não tinhas mais ninguém. Se não fosse por mim… …terias ido parar a um orfanato em qualquer lugar… …e ninguém teria adoptado uma criança como tu. Ok, eu não tenho de ficar aqui a ouvir estes abusos. Espera, espera. Eu não quis dizer isso. És a única com quem eu posso contar, Alice. Quero ir viver contigo. O quê? vais precisar de ajuda quando o bebé nascer. Não, não. Eu e o George não queremos ninguém a viver connosco. Irás pensar de outra maneira quando o George te deixar… …para ficar com a mãe substituta… …a verdadeira mãe do seu filho. Porque dizes essas coisas só para me magoares? Para te magoar? Estou a tentar ajudar. Estou a avisar-te antes que aconteça. Bom, provavelmente é melhor assim. Não tens o que é preciso para ser uma boa mãe. Tia Estelle, têm de parar de fazer julgamentos sobre mim. George ama-me muito. Não me abandonará. O faria se soubesse o teu segredo. Se lhe contares alguma coisa… …direi a toda a gente que está senil e que é uma mentirosa. As outras pessoas não me interessam. O que me interessa é se o George acredita em mim, não é verdade, querida? Vou-me embora. Tira-me deste sitio, Alice. Eu odeio-te! Não a deixes controlar-te. Não a deixes controlar-te.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *